| | 1205 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Relatos de Montaria

Início

Anterior

Próximo

Fim


Parque Natural da Serra de S. Mamede
Montaria de S. Julião
 

     

Autor: Filipe Pedroso de Lima Domingos

23-12-2007 22:11:33

 

Saída das Armadas
   
Vista Excelente da Porta
   
Os Matilheiros e os seus cães
   
Hora de Almoço
   
Quadro de Caça
   
O Alentejo é uma região do País onde se vai sempre com prazer, boa gente, boas paisagens, boa gastronomia, bons vinhos. A estes predicados todos, temos que referir também a caça que é uma actividade por excelência nesta zona.

Montaria – S. Julião - Portalegre
Data – 22-12-2007
Portas – 54
Matilhas - 12
Tiros – +- 20
Tempo – Sol
Resultado – 3 Javalis + 1 farropo


Segunda montaria da época para mim, numa zona o­nde gosto de ir com um habitat excelente para os javalis como é a zona de Portalegre.

S. Julião é uma freguesia do Concelho com 444 habitantes integrada no Parque Natural da Serra de S. Mamede. Para além de outros atributos, nos seus terrenos produz-se uma cereja DOP (Denominação de Origem Protegida) com uma qualidade excelente de um cruzamento da cerejeira brava (Prunus Avium L) com as variedade autóctones que resultou uma cereja preta muito resistente e extremamente saborosa.

As 9 horas foi a hora escolhida para a concentração e confirmação da inscrição das 54 pessoas vindas um pouco de todo o lado, registando porque me pareceu o local mais afastado, algumas de Guimarães. Todas seguramente com bastante expectativa, pelas razões aduzidas no primeiro parágrafo.

A organização pese a sua simpatia e boa vontade, na minha opinião teve uma ou outra falha. Não houve ninguém que desse as boas vindas ao grupo, não foi nomeado nenhum Director da Montaria, pelo menos que disso fosse dado conta, o meu postor não controlou as presenças da sua armada, pois na distribuição não apareceu o da porta dois para sua grande surpresa e algumas portas demasiado próximas o que inviabilizava o tiro nalgumas direcções, se fosse caso disso.

A Mancha é muito batida pelos ventos dominantes, razão mais que suficiente para que os javalis procurem locais mais abrigados. Boas vistas nas portas na serra de S. Mamede, sendo a mancha de alguma exigência para as matilhas que me pareceu terem feito um bom trabalho. Os tiros foram poucos, tendo-se apenas cobrado 3 javalis, destacando-se uma marrã de bom porte. Para além destes, apareceu um farropo com 10 ou 15 kilos não tendo chegado a saber se foi atirado ou se foram os cães que o apanharam. Os resultados ficaram aquém das expectativas.

O pequeno-almoço e o almoço foram suficientes.
Ao almoço falava-se que haveria um baptismo, o que já estava a criar alguma emoção com a nomeação dos juízes, mas já não assisti a este momento de boa disposição.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (29)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:2s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004