| | 398 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Notícia

Início

Anterior

Próximo

Fim


Estado Português compromete-se a corrigir as ilegalidades na próxima época
Comissão Europeia dá razão à SPEA sobre as ilegalidades do Calendário Venatório
 

     

Autor Fotos: D´Almeida Simões

Fonte: SPEA

21-01-2009 10:57:33

 

   
A Comissão Europeia (CE) confirmou, em carta enviada à SPEA [1], que o Calendário Venatório para 2008/2009, actualmente em vigor, viola a Directiva Aves da União Europeia. A CE informou que chegou a um entendimento com o Estado Português, em que este se compromete a corrigir as ilegalidades, mas apenas na época venatória de 2009/2010. Até à reposição total da situação, a SPEA pede nos caçadores para que respeitem a Directiva e assegurem uma boa gestão dos recursos cinegéticos.

A Portaria n.º 345-A/2008, de 30 de Abril (actualmente em vigor) identifica as espécies que é permitido caçar, fixa os respectivos limites diários de abate e os períodos de caça para a época venatória de 2008-2009. A SPEA defendeu junto do Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas (SEDRF), por carta enviada em Junho de 2008, que este Calendário Venatório coincide com o período reprodutor e de migração pré-nupcial de várias espécies cinegéticas, violando o disposto no Ponto 4 do Artigo 7º da Directiva Aves.

Infelizmente, o SEDRF não se dignou a responder à SPEA.
A Comissão Europeia, vem agora dar razão à SPEA. Em carta enviada, ainda em Dezembro de 2008, a CE confirmou que o actual Calendário Venatório, publicado na Portaria n.º 345-A/2008, viola a Directiva Aves porque se sobrepõe com os períodos de migração pré-nupcial e/ou reprodução de determinadas espécies.

Informou ainda que chegou a um acordo com o Estado Português, e que este se compromete a corrigir, a partir da época de 2009/2010, a situação verificada em 2008/2009.

A SPEA lamenta que o SEDRF não tenha dado ouvidos à SPEA e às outras organizações que se pronunciaram logo após a publicação da Portaria n.º 345-A/2008, enquanto ainda havia tempo para a sua correcção. A SPEA lamenta também que a CE não obrigue o Estado Português a corrigir as ilegalidades desde já. A caça no período de migração pré-nupcial e no período de reprodução, além de ilegal, é um erro grosseiro de gestão cinegética.

Qualquer gestor de caça com conhecimentos mínimos de biologia populacional entende que abater aves nesta altura do ciclo afecta o potencial reprodutor das populações e resulta numa redução dos efectivos disponíveis para abate na época de caça seguinte.

Dada a surdez do SEDRF e a eficácia desfasada da CE, à SPEA só resta apelar à consciência dos caçadores portugueses. Segundo Domingos Leitão, Coordenador do Programa Rural, “como a CE autorizou Portugal a violar a Directiva Aves são os caçadores os únicos que podem decidir pelo cumprimento e pela protecção das populações das espécies cinegéticas migratórias”. A SPEA apela para que não cacem patos a partir de 10 de Janeiro e galinholas a partir de 10 de Fevereiro. Deste modo estarão a proteger o potencial reprodutor destas espécies, garantindo uma maior disponibilidade de caça na próxima época venatória.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (16)    
 
     
 
Informação Relacionada

Calendário Venatório para a Época de Caça 2010-2011 Foi publicada no passado dia 27 de Maio a Portar ...

   

SPEA considera Malta «o paraíso do caça ilegal», ao ignorar regras da EU Segundo comunicado da SPEA, dezenas de milhares de aves migratórias voam em d ...

   

Macedo de Cavaleiros palco da XIV Feira da Caça e da IV Feira de Turismo Macedo de Cavaleiros acolhe ...

   

Uma ilustre húngara visita Portugal Pela primeira vez em Portugal, a comunidade de observadores de a ...

   

As 10 grandes preocupações da LPN sobre a caça em Portugal No passado mês de Abril a LPN teve a opor ...

   

Gabinete do SEDRF reage severamente às críticas da SPEA O Gabinete do Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas considera insultuo ...

   

A difícil vida das narcejas açorianas... A caça à narceja nos Açores – Divagações e algumas reflexõe ...

   

Discoteca ameaça as aves da Lagoa dos Salgados em Silves Tiveram inicio na semana passada os trabalh ...

   

Calendário Venatório para a Época de Caça 2009-2010 O calendário para a Época Venatória 2009/2010 fo ...

   

Novo Atlas O lançamento deste Atlas dedicado às aves portuguesas teve lugar na Fundação Calouste Gu ...

   

Programa de Montaria pretende captar o público feminino Para os amantes da caça ao javali, surge uma ...

   

Workshop Internacional: As Potencialidades Turísticas do Birdwatching O Turismo de Portugal IP, com ...

   

Tordos: A alarvidade de um limite A medida agora preconizada dos 50 tordos por dia de caça é complet ...

   

Parecer Técnico-Científico ao Calendário Venatório para a Época de 2008/2009 No seguimento da publicação da Portaria n.º 345-A/2008, de 30 de Abril, r ...

   

Observação de Aves nas Arribas do Douro Internacional No âmbito do Fim-de-semana Europeu de Observaç ...

   

As Narcejas nos Açores Durante muito tempo pensou-se que as narcejas caçadas nos Açores eram aves or ...

   

Madeira: Época da caça começa a 5 de Outubro O calendário venatório a vigorar na Madeira está fixado: vai de 5 de Outubro a 28 de Dezembro mas com per ...

   

Caça furtiva e falta de apoios preocupam Associação de Caçadores da Ilha Terceira Em vésperas da abertura do calendário venatório, a 24 de Agosto, os ...

   

Narcejas no Faial durante a época de reprodução Como se sabe a Narceja-comum Gallinago gallinago é u ...

   

Calendário Venatório para a Época de Caça 2008-2009 Pela primeira vez em 4 anos o Calendário Venatór ...

   

Ecoteca de Angra do Heroísmo promove formação em Observação de Aves A Ecoteca de Angra do Heroísmo e "Os Montanheiros" promovem, no próximo fim-de-sem ...

   

Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e Florestas participa em reunião da CNCP A primeira parte da última reunião da Direcção da Confederação ...

   

Tensão entre SPEA e Recursos Florestais: Investigador foi forçado a sair Veio para realizar um projecto de três anos mas foi forçado a sair passado ce ...

   

Publicado o Calendário Venatório para a época 2007-2008 Foi publicada hoje no Diário da República a ...

   

Arma proibida a caçadores que conduzam com álcool Os caçadores portugueses estão revoltados com as d ...

   

Bruxelas ajuda Espécies Ameaçadas No âmbito do programa LIFE+, Portugal poderá receber um fundo adic ...

   

Ainda vale a pena ter medo da gripe das aves? Onde está a gripe das aves? Desapareceu das conversas ...

   

Caçadores Preocupados com o Governo dos Açores Foi publicado ontem o último calendário venatório da ...

   

Anteproposta da Nova Lei da Caça nos Açores O Governo Regional dos Açores através da Secretaria Regi ...

   

Quinze mil caçadores esperados em Mora Cerca de 15 mil caçadores são esperados na segunda edição da ...

   

Estabelecido novo calendário venatório para a ilha Terceira O novo calendário venatório da Terceira, ...

   

Gripe das aves e Rotas Migratórias O tema da gripe das aves e da influência das aves selvagens numa ...

   

Programa Antídoto - Portugal O uso de venenos tem sido referido em várias partes do mundo como uma c ...

   
 
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:1s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004