| | 500 Utilizadores on-line |    

Login [Entrar]

 
   
 
 
Notícia

Início

Anterior

Próximo

Fim


Os animais eram comprados em jardins zoológicos e depois eram soltos numa quinta
Espanha: Caçadores de tigres julgados
 

     

16-10-2007 12:00:00

 

   
O Ministério Público espanhol pediu uma pena exemplar de 12 anos de cadeia para um homem acusado de manter uma coutada ilegal de caça em Badajoz, onde era possível caçar desde lobos a tigres e leões. Três clientes e um funcionário estão igualmente em julgamento.

O processo remonta a Dezembro de 2005 quando sete pessoas foram detidas pelas autoridades espanholas por participarem em safaris ilegais nos quais eram abatidos exemplares de espécies protegidas, como tigres e lobos. Os animais eram comprados em jardins zoológicos e depois eram soltos numa quinta da Sierra del Oro, próxima de Badajoz, para serem caçados.

As caçadas tinham lugar depois de reunido um lote de caçadores, que pagava para participar e se fazer fotografar junto aos animais abatidos, aos quais era retirada a pele e cortada a cabeça, para servirem de troféus.

A investigação ao caso começou no Verão desse mesmo ano após denúncias.
 

 
Imprimir   Imprimir
     
     
     
     
 
 
 
Votos (95)    
 
     
   
     
  Voltar

 
 

| Ficha Técnica | Aviso Legal | Política de Privacidade |

 

(TES:0s) © 2004 - 2020 online desde 15-5-2004